top of page

First call

Project 7

Integrating local knowledge and science in search of solutions for ecological restoration in the face of climate change in the Mato Grosso Amazon

Summary

As maiores iniciativas de restauração no Brasil residem na Amazônia Mato Grossense. As consequências do desmatamento para os serviços ambientais da região impulsionaram movimentos de comunidades tradicionais, organizações da sociedade civil e municípios a reverter o processo e restaurar matas ciliares em Áreas de Preservação Permanente. Nesse sentido, esta proposta busca integrar conhecimentos de coletores de sementes da Amazônia mato-grossense com o conhecimento científico que geraremos sobre plantas utilizadas na restauração ecológica da região, de modo a fornecer subsídios aplicados para a utilização eficiente de espécies na restauração em longo prazo na região. O fio condutor desta proposta é investigar, dentre as espécies coletadas pela Rede de Sementes do Portal da Amazônia (RSPA) e utilizadas na restauração ecológica na Amazônia mato-grossense, quais poderiam ser indicadas para a restauração frente às mudanças climáticas previstas para as próximas décadas. Para obter essa lista inteligente de espécies, (i) construiremos modelos de distribuição de espécies para verificar quais espécies poderão apresentar adequabilidade ambiental em cenários futuros de mudanças climáticas e, (ii) com base nas espécies com distribuição mais promissora para o futuro na região, avaliaremos os atributos anatômicos e fisiológicos que refletem adaptação ao ambiente a fim de indicar espécies que apresentem maior integração de atributos relacionados a estratégias de resistência às futuras mudanças climáticas e, então, atualizaremos o mapeamento de matrizes de coleta dessas espécies nos municípios de abrangência da RSPA. Além disso, para aumentar o leque de espécies e suas características visando montar consórcios de sementes de sucesso para a restauração no presente e resilientes às mudanças climáticas, incluiremos caracterização biométrica, fisiológica e ecológica de sementes, plântulas, arvoretas e árvores, bem como avanços na tecnologia de armazenamento, pré-tratamentos de germinação e semeadura.


Temas 

Mudanças Climáticas, Saberes Tradicionais, Mapeamento, Restauração


Abrangência Territorial

Amazônia mato-grossense


Pesquisadores Responsáveis 

Distrito Federal: Isabel Belloni Schmidt / Universidade de Brasília (UnB)

Mato Grosso: Pedro V. Eisenlohr / Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT)

Rio de Janeiro: Maura da Cunha / Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF)


Recursos Investidos

R$ 831.611,02


bottom of page