top of page

Parceria entre British Council e Iniciativa Amazônia+10 oferece bolsas para pesquisadores visitantes no Reino Unido

São nove bolsas, com duração de um ano, nas universidades de Nottingham e de Wolverhampton


Em parceria com a Iniciativa Amazônia+10, o British Council está oferecendo oportunidades de bolsas para pesquisadores da Amazônia Legal desenvolverem suas pesquisas por até um ano no Reino Unido.


No total, serão oferecidas nove bolsas, com duração de um ano, divididas entre as Universidades de Nottingham e de Wolverhampton. O prazo para inscrições se encerra no dia 30 de junho.


Em Nottingham, as oportunidades estão concentradas no Rights Lab, com oportunidades para pesquisadores nas áreas de sensoriamento remoto e análise geoespacial, geoestatística, ferramentas de geoprocessamento, produtos geoespaciais e linguagens de códigos.


Em Wolverhampton, serão oferecidas oportunidades em três projetos diferentes: inequalidades interseccionais em em cidades sustentáveis, o papel de cidades inteligentes na Amazônia e otimização de logísticas com emissão zero de carbono.


O valor anual da bolsa pode chegar a R$226 mil, junto com outros benefícios, como a cobertura dos custos de viagem, acesso à mentoria e muito mais. As inscrições para as bolsas vão só até o dia 30 de junho, e as informações completas sobre as oportunidades, requisitos e inscrições podem ser encontradas nos seguintes endereços:


Bolsas de pesquisa para Nottingham: https://bit.ly/3KDY392


Bolsas de pesquisa para Wolverhampton: https://bit.ly/4aSfhdC



コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page